Banner Alcoa

segunda-feira, outubro 20, 2014

MPF recomenda cumprimento dos protocolos para ebola no porto de Santarém

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado do Pará recomendaram à Secretaria Municipal de Saúde de Santarém, à Secretaria de Saúde do Pará e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária que tomem medidas para garantir a aplicação do protocolo para controle do vírus ebola no porto da cidade, no oeste do Pará. A cidade é sede do porto graneleiro da Cargill, que recebe muitos navios vindos do continente africano. Nesse fim de semana, a notícia de que aportaria um navio vindo da Guiné, país gravemente afetado pela epidemia de ebola, expôs o despreparo das autoridades para lidar com a situação.

Em Santarém não existe equipe de investigação epidemiológica para fazer vistoria nos navios. Em toda a região amazônica, existe apenas um ponto de fiscalização fitossanitária para a entrada de navios na bacia, que fica no Amapá. O navio M/V Stoja, com bandeira das Bahamas, fez uma parada na cidade de Conacri, na Guiné, um dos principais focos da epidemia, e seguiu para Santarém. Ao passar pelo Amapá, teve permissão da Anvisa para prosseguir a viagem. Diante da comoção pública com a chegada do navio, a Cargill cancelou a atracação e o M/V Stoja não parou em Santarém.

Ontem (18/10), quando o navio ainda estava fundeado no Amapá, houve reunião de emergência na sede do MPF em Santarém, procuradores da República, promotores de Justiça, autoridades ambientais, portuárias e sanitárias. Como resultado, a cidade terá que se preparar para ter condições de cumprir integralmente o protocolo do Ministério da Saúde para controle de ebola.

PT/Mulher desiste em Santarém

A militância petista feminina de Santarém, no oeste do Pará, está de braços cruzados. Bateram o martelo: só vão pedir voto para Helder Barbalho se tiver campanha para Dilma nas ruas. O vice de Barbalho, Lira Maia, está pedindo voto para o 45 (Aécio). Entre os nomes das petistas que abandonaram o barco, figuram ex-vereadoras, ex-deputadas estaduais, ex secretarias de estado e candidatas à Alepa.

quinta-feira, outubro 16, 2014

Infraero destina dois ônibus para aeroporto de Santarém

Nélio Aguiar.
A Infraero vai disponibilizar dois ônibus com ar condicionado para atender o trajeto aeronave/embarque/desembarque no aeroporto de Santarém.

A demanda foi alvo de um apedido do então vereador Nélio Aguiar, que reforçou o pleito junto à Infraero quando tornou-se deputado estadual. O órgão federal informou nesta semana que vai disponibilizar os veículos. Dessa forma, os passageiros terão mais conforto no trajeto até o prédio do aeroporto.

“Tem sido marca do nosso mandato lutar por melhores condições do transporte aéreo em Santarém e a chegada dos dois ônibus é um bom começo. Temos que continuar lutando por um novo terminal de passageiros para nossa cidade”, disse Nélio Aguiar.

terça-feira, outubro 14, 2014

Ginásio de Santarém será a casa dos esportes no município

Ginásio será referência no esporte santareno. Foto: Sidney Oliveira.
"Transformar Santarém em referência para todos os esportes de quadra e ajudar na formação de novos talentos regionais. Esse será o papel do ginásio poliesportivo de Santarém, que está sendo construído pelo Governo do Estado". A afirmação é do esportista Joacy Nunes Pontes, presidente da Associação de Basquete de Santarém. "Temos fatos concretos de que o esporte muda a vida das pessoas. Ajuda na formação do jovem, retira-o da marginalidade e das drogas e isso traz efeitos imediatos no nosso bolso. Nossos impostos deixam de ser gastos com o tratamento de dependentes e, dessa forma, podem ser investidos novamente na construção de ginásios como esse que está sendo construído em Santarém", argumenta Pontes.

À frente da Associação de Basquete, Joacy Pontes já participou e ajudou a organizar dezenas de torneios esportivos. Pontes é um atleta bastante conhecido em Santarém por sua habilidade com uma bola de basquete, mas ele afirma que o ginásio poliesportivo será a casa de todos os esportes na região oeste. Hoje, a quadra do Mascotinho na orla da cidade, chamada também de Arena do basquete, é o espaço que recebe as competições de basquetebol realizadas pela Associação.

"Não é porque sou do basquete que vamos pensar sozinhos. Esse ginásio tem a mesma importância para outras modalidades de quadra, como futsal e vôlei. Vamos ter um espaço para organizar eventos regionais. Nossos colegas de outras cidades poderão participar e serão bem recebidos num espaço adequado e de alta qualidade. Será um celeiro para a formação de novos atletas e craques que permanecem escondidos por aí", avalia o presidente da Associação.

III Jornada Acadêmica da UFOPA começa amanhã

A terceira edição da Jornada Acadêmica da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) inicia amanhã, 15, e segue até o dia 17 de outubro de 2014, nos três campi da Universidade e no IESPES. A cerimônia de abertura será às 19h30, no Auditório da UFOPA - Câmpus Tapajós.

A conferência de abertura “O ensino, a pesquisa e a extensão no projeto institucional das universidades brasileiras” será proferida pelo Dr. Erasto Fortes, membro do Conselho Nacional de Educação e vice-presidente da Câmara de Educação Superior, ligados ao Ministério da Educação (MEC). Fortes apresentará o paradigma a ser seguido pelas universidades brasileiras.

Com o tema “Integrando ensino, pesquisa e extensão na Amazônia”, a III Jornada Acadêmica da UFOPA tem o objetivo de estimular acultura científica e a reflexão do ensino no Oeste do Pará, divulgando a produção científica de instituições de ensino superior da região.

A extensa programação deste ano é composta por 26 minicursos, 19 oficinas, seis seminários, 168 apresentações de trabalhos acadêmicos, exposição, feira e programação cultural. Dentre as novidades dessa edição, está o I Seminário de Formação de Professores, a I Feira de Integração Ensino-Pesquisa-Extensão e a Exposição “Visões – Arte Rupestre de Monte Alegre”, realizada pelo Museu Paraense Emílio Goeldi.

O credenciamento será no dia 15 de outubro, de 18h às 21h, no Auditório da UFOPA – Câmpus Tapajós. As inscrições já foram encerradas.

Voluntários da Alcoa celebram mais um Mês Mundial de Serviços Comunitários



Os funcionários da Alcoa dão início à nona edição do Mês Mundial de Serviços Comunitários (MMSC), iniciativa promovida todos os anos pelo Instituto Alcoa e pela Alcoa Foundation.
 
O MMSC, promovido desde 2006, é realizado sempre no mês de outubro, com o objetivo de incentivar o voluntariado das localidades da Alcoa no mundo todo, em benefício de diversas entidades. Apenas em 2013, mais de 35 mil voluntários se engajaram em iniciativas que beneficiaram 165 mil pessoas e 1.900 instituições globalmente, além do plantio de 43 mil árvores. Somente no Brasil, 1.900 funcionários colaboraram com mais de 2.800 pessoas de aproximadamente 100 instituições. 

“Outubro é um momento muito especial para a Alcoa. Nossos funcionários se mobilizam para promover ações que contribuam para a geração de um legado de sustentabilidade nas comunidades onde atuamos.” afirma Vânia Akabane, presidente do Instituto Alcoa. 

As atividades programadas no Mês Mundial de Serviços Comunitários contemplam as unidades da Alcoa no Brasil localizadas em São Paulo, Utinga (Santo André), Juruti (Pará), São Luis (Maranhão), Poços de Caldas (Minas Gerais), Itapissuma, (Pernambuco) e Tubarão (Santa Catarina). 

terça-feira, outubro 07, 2014

Jogo sujo: Campanha de Helder Barbalho distribui panfletos contra Simão Jatene

No Quarto Poder, do Marcos Santos, com o título acima:

A campanha no segundo turno para a disputa do governo do Pará mal começou e a coordenação da campanha do candidato Helder Barbalho partiu para o jogo sujo contra o governador Simão Jatene, candidato à reeleição. Um carregamento de panfletos apócrifos, possivelmente produzidos por gente ligada ao PMDB e DEM, foi interceptado em Santarém e nele milhares de cartazes pedindo para que a população do oeste do Pará não vote no candidato do PSDB. O panfleto traz a seguinte frase em destaque em letras garrafais: “DIGA NÃO AO SIMÃO DO NÃO”. Abaixo, em letras menores uma advertência: “Quem está com ele está contra nós!”.

O material foi apreendido e será encaminhado para a Justiça Eleitoral cobrando providências e punição aos responsáveis pela confecção e distribuição dos panfletos. Vale ressaltar que o candidato Helder Barbalho nunca se posicionou, oficialmente, sobre a criação dos estados do Tapajós e Carajás, apesar de ter como vice em sua chapa, o ex-prefeito Lira Maia, que trabalhou no plebiscito pela divisão do Pará. Toda vez que é questionado se é ou não a favor da criação dos novos estados, Helder se omite e não responde as perguntas.

Vale ressaltar que a distribuição de panfletos apócrifos pode ser considerada crime eleitoral.

Caso seja identificado o autor ou autores pela confecção do material, a pessoa responsável poderá responder por crime contra a honra, onde a pena varia de seis a dois meses de detenção, além de multa. 

segunda-feira, outubro 06, 2014

Jatene e Helder decidem eleição no segundo turno no Pará



No Portal ORM:

Os candidatos Simão Jatene (PSDB) e Helder Barbalho (PMDB) vão decidir o segundo turno das eleições para governador no Pará. Com 100% das urnas apuradas, Jatene teve 48,48% dos votos válidos e Helder Barbalho, 49,88%. A confirmação de que os candidatos se enfrentarão no dia 26 de outubro saiu por volta das 22h50 da noite deste domingo (5). A apuração dos votos válidos mostrou uma disputa acirrada entre os dois, como há muito não se via no Pará.

A diferença de votos entre eles oscilou em torno de 48 mil votos no final da apuração. As últimas urnas apuradas foram das cidades de Baião, Capitão Poço, Goianésia do Pará, Itaituba e Itupiranga. Jatene teve 1.745.442 milhões de votos contra 1.795.992 milhões de Helder Barbalho. A diferença de votos foi de 50.550 mil. Os votos brancos totalizaram 3,30%, os nulos 8,71% e as abstenções 21,10%.

A definição dos candidatos que vão ao segundo turno no Pará fecha um dia intenso. O representante do PSDB votou por volta das 11h30 no Núcleo de Esporte da Seduc, em Belém. Ele ressaltou a ética como a marca de sua campanha. Jatene foi muito assediado na fila para votação e acabou deixando o lugar para 'não causar tumulto em um local que deve ser de tranquilidade'. O candidato à reeleição levou menos de dois minutos para votar.

Deputados Estaduais eleitos no Pará

No Portal ORM:

Quarenta e uma vagas estavam disponíveis para o cargo de deputado estadual no Pará. Os cinco mais votados foram: Márcio Miranda (DEM), Cilene Couto (PSDB), Junior Ferrari (PSD), Luth Rabelo (PSDB) e Coronel Neil (PSD).

O mais votado foi Márcio Miranda (DEM), que obteve mais de 80 mil votos, o equivalente a 2,24% do total das escolhas. Em segundo aparece Cilene Couto (PSDB), com 72 mil votos, Júnior Ferrari, teve 63 mil votos, Luth Rabelo 51 mil e o Coronel Neil 50 mil votos. Veja a lista completa!




Paulo Rocha, do PT, é eleito senador no estado do Pará

Do G1/PA:

Paulo Rocha, do PT, foi eleito senador do estado do Pará com 45,52% dos votos válidos nas eleições deste domingo (5). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PA), os votos computados para o candidato somaram 1.399.976. Procurada pelo G1, a assessoria do senador disse que ele não iria falar com a imprensa, e que iria se posicionar sobre a vitória em nota oficial.

O político chegou a ter a candidatura indeferida, mas recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que liberou o registro no último dia 2 de outubro. No final de julho, o TRE-PA havia barrado o registro da candidatura de Paulo Rocha com base na Lei da Ficha Limpa, por ele ter renunciado ao cargo de deputado para evitar a cassação quando o escândalo do mensalão veio à tona, em 2005.


No entanto, Rocha se elegeu novamente deputado em 2006 e nova representação no Conselho de Ética da Câmara foi apresentada contra ele. Dessa vez, o ex-parlamentar enfrentou o processo e acabou absolvido.

Deputados Federais eleitos no Pará

No Portal ORM:

O delegado Éder Mauro (PSD) foi o candidato mais votado para o cargo de deputado federal pelo Pará. Ele obteve 7,19% dos votos, o equivalente a 255.871 mil votos.

O segundo a conquistar uma cadeira para a Câmara dos Deputados pelo Pará foi Nilson Pinto (PSDB), que obteve 5,12% dos votos e um total de 182.206 mil votos.

Em terceiro aparece Edmilson Rodrigues (PSOL), que já foi prefeito de Belém. Ele computou 168.500 mil votos, com 4,73 dos eleitores.

Veja a lista com o nome de todos os eleitos ao cargo de deputado federal!


sábado, setembro 27, 2014

Ibope diz que Jatene vence no 1º turno com 45%

 no blog do Jeso Carneiro:

jatene caretaA quarta pesquisa de intenção de voto para o governo do Pará realizada pelo Ibope, em parceria com a TV Liberal, aponta que o candidato Simão Jatene (PSDB) subiu mais três pontos percentuais e venceria hoje o primeiro turno da corrida eleitoral com 45% das menções dos votos.
O candidato peemedebista Helder Barbalho [PMDB] aparece com 39%.

helderOs demais concorrentes – Marco Antonio (PCB), Zé Carlos (PV), Marco Carrera (PSOL) e Elton Braga (PRTB) – mantêm-se no mesmo patamar, com até 2% das menções, cada. Pretendem votar em branco ou nulo 5% dos entrevistados e 6% declararam-se indecisos (eram 10% na pesquisa anterior).

O percentual é o mesmo na simulação de um possível segundo turno entre o atual governador e seu oponente do PMDB. Simão Jatene aparece com 45% das intenções de voto, contra 39% de Helder Barbalho – na pesquisa anterior tinham 42% e 40%, respectivamente.

Aqueles que pretendem votar em branco ou anular o voto são 6% e os que preferem não opinar totalizam 10% dos entrevistados.

A pesquisa Ibope aponta que Paulo Rocha (PT) está na frente na disputa por vaga no senado, com 27% das intenções de voto (4 pontos percentuais a mais que na última medição).
Empatados na segunda colocação, aparecem Mario Couto (PSDB) com 17% das menções (igual à pesquisa anterior) e Jefferson Lima, do PP, com 15% (oscilação positiva de 1 ponto percentual).

sexta-feira, setembro 26, 2014

Em Santarém, presidente do PC do B declara apoio a Jatene

Diego Pinho e Simão Jatene: apoio incondicional.
O presidente do PC do B de Santarém, Diego Pinho (foto), mesmo sendo de um partido que não faz parte da coligação “Juntos com o Povo”, declarou ontem apoio à reeleição de Simão Jatene. “Jatene é o melhor governador para o oeste do Pará, basta olhar para a quantidade de obras que ele fez na nossa região. Não tem nem comparação com os outros candidatos”, destacou Pinho.

Para Diego Pinho, apoiar Simão Jatene é continuar um projeto que está dando certo para Santarém. "Nunca Santarém recebeu tantos investimentos. E são investimentos em todas as áreas. Poucos políticos olharam com tanto carinho para nossa região", ressaltou Pinho.

Biblioteca Municipal de Santarém recebe 80 novos títulos



No acervo da Biblioteca Municipal de Santarém,  Paulo Rodrigues dos Santos, já estão a disposição dos usuários 80 novos títulos. Destes exemplares 60 vieram de compra, por meio da receita da Secretaria Municipal de Cultura (SEMC) e 20 de doações do VII Salão do Livro, evento literário realizado na última semana de agosto.

Os novos exemplares adquiridos somam aos 12.539 títulos que formam o acervo municipal.  A biblioteca também disponibiliza acesso a internet, por meio do sistema Wi-Fi e a sala lúdica. Para tornar-se usuário e ter acesso ao empréstimo de livro é necessário fazer um cadastro. A Biblioteca Municipal fica localizada na Avenida Borges Leal, 1558, entre a Avenida Barão do Rio Branco e a Trav. Silvino Pinto, bairro Santa Clara.

Ascom/PMS
Alciane Aires

quinta-feira, setembro 25, 2014

Tribunal condena ex-prefeito de Placas


O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) condenou as prestações de contas de governo e de gestão da Prefeitura Municipal de Placas, referentes ao exercício financeiro de 2012, de responsabilidade do ex-prefeito Maxweel Rodrigues Brandão. Segundo o relator dos dois processos, conselheiro Daniel Lavareda, as faltas cometidas pelo ordenador de despesas são graves e representam desvio e má aplicação de recursos públicos, com danos ao erário municipal. Ele terá de recolher valor total de R$ 26.870.340,74.

No processo de prestação de contas de governo, o plenário do TCM-PA aprovou parecer prévio recomendando à Câmara Municipal de Placas que não aprove a referida prestação de contas, “sem prejuízo de tecer determinações a esse executivo para que adote medidas corretivas a fim de evitar a reincidência das irregularidades apuradas”. Cópia dos autos será remetida ao Ministério Público Estadual para as providências que julgar cabíveis. O TCM-PA decidiu também enviar representação ao governo do Estado para que seja decretada imediatamente intervenção no município, em obediência ao que dispõe o artigo 84, II, concomitante com o artigo 85, I da Constituição do Estado do Pará.

quarta-feira, setembro 24, 2014

Alcoa é empresa parceira do Pacto pela Educação em Juruti



A elevação da qualidade de ensino em Juruti é compromisso da Alcoa, que este mês completa cinco anos de implantação da mina de bauxita no município do oeste paraense. A Companhia integra o Comitê pelo Pacto da Educação, que tem como meta aumentar em 30% o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), até 2017. Nestes cinco anos de operação, a Alcoa alcançou a capacidade produtiva de 4,45 milhões de toneladas de minério de bauxita, com média de 80% de paraenses no efetivo de funcionários diretos e indiretos. Isso só foi possível porque Juruti avançou em educação – dimensão do IDH que mais cresceu em termos absolutos entre 2000 e 2010. Com a Alcoa, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) chegou ao município e passou a oferecer ensino técnico à população. Com o investimento de R$ 3 milhões, a empresa equipou laboratórios e ofereceu a estrutura adequada ao Senai em Juruti, garantindo a qualificação de aproximadamente 3.790 pessoas em mais de 75 tipos de cursos.

Juruti foi o 17º município a aderir ao Pacto – esforço integrado que envolve diversos setores e níveis de governo, sociedade civil, iniciativa privada e órgãos internacionais. “São 11 programas e 23 projetos alinhados ao Pacto. Existe um sistema de governança, liderado pelo Governo do Estado, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e várias empresas como a Alcoa, aqui em Juruti, que exerce inclusive a vice-presidência do Comitê Regional do Baixo Amazonas”, destaca Aldo Queiroz, membro do Grupo de Gestão Estratégica do Pacto Pela Educação no Pará. “Temos a Alcoa como empresa parceira do Comitê Regional e, agora pelo Pacto do Pará. Nós precisamos que outras empresas venham se juntar às que já estão nos apoiando, para melhorar a educação em nosso Estado”, avalia Glória Costa, presidente do Comitê Regional.

terça-feira, setembro 09, 2014

Vale banca a campanha de Helder Barbalho

Audiência com Ministro Alexandre Padilha
Helder, ao lado do pai, Jader, e Alexandre Padilha. Foto: arquivo/PMDB

Blog Espaço Aberto:

A menos de um mês para as eleições de 5 de outubro, o candidato do PMDB ao governo do Estado, Helder Barbalho, arrecadou R$ 2.912.731,12, mais do que o dobro da receita de R$ 1.392.704,20 obtida até agora pelo candidato tucano à reeleição, Simão Jatene [PSDB].

Até agora, nenhuma empresa contribuiu para a campanha de Simão Jatene.

Helder Barbalho, ao contrário, teve sua campanha praticamente bancada até aqui por apenas cinco empresas, três delas do Grupo Vale – Vale Mina do Azul, Vale Energia, Salobo Metais, Andrade Gutierrez e BRF S.A. -, que desembolsaram R$ 2.731.500,00, o equivalente a 93,7% das receitas obtidas pelo candidato peemedebista.

O candidato do PV, Zé Carlos, só arrecadou R$ 297 mil e Marco Carrerra (PSOL), R$ 15.069,76. Marco Antônio Ramos (PCB) e Elton Braga (PRTB) não conseguiram receita nenhuma.
O volume de recursos movimentado pelos candidatos está disponível na 2ª parcial divulgada pela Justiça Eleitoral neste final de semana.

Via Blog do Jeso.

Leia mais em : Cinco empresas bancam 93,7% da campanha de Helder.

terça-feira, setembro 02, 2014

Nélio Aguiar quer dá um basta no “apagão” na telefonia no Oeste do Pará



O deputado Nélio Aguiar (DEM) utilizou o horário de lideranças nesta terça-feira, 2 para denunciar o completo descaso das empresas de telefonia com o consumidor na região  Oeste do Pará. “É um verdadeiro sofrimento, pois praticamente o serviço não funciona. Os consumidores ficam três quatro dias sem comunicação. Não é o caso de falhas no sinal, mas é completo apagão”, denunciou.

O parlamentar questionou também quem vai arcar com  os prejuízos das pessoas que deixam de realizar negócios por conta da falta de comunicação. “É no mínimo duvidosa  a relação entre as operadoras e a Agência Nacional de Telecomunicaões-Anatel, que foi criada para fiscalizar a qualidade do serviço de telefonia, mas que por sua vez não vem cumprindo seu verdadeiro papel  e a população fica a mercê dos interesses lucrativos, das empresas, a maioria de capital externo sem compromisso de prestar um serviço de qualidade a população”, disse.

Nélio Aguiar disse ainda que está na hora de dar um basta a esse serviço de péssima qualidade. “Vamos para cima dessas operadoras, chega de vender chips em grande quantidade sem nenhum compromisso com a qualidade, na qual as operadoras não investem em tecnologia para melhorar o sinal e só trabalham para vender chip, provocando um caos total na telefonia na região”, disse.

Celpa prejudica Hospital Regional do Baixo Amazonas

Nota à População em Geral

A direção do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) informa à população em geral que devido problemas relacionados ao fornecimento de energia elétrica todo o sistema de telefonia fixa do hospital foi comprometido impossibilitando a comunicação interna e externa. Informamos ainda que como forma de não deixar a população desassistida disponibilizamos um telefone móvel (93) 8122-6364 para contato externo. Lamentamos o ocorrido e estamos trabalhando para normalizar o sistema o mais breve possível.

segunda-feira, setembro 01, 2014

Instituto Alcoa lança Missões ECOA em Juruti


O Instituto Alcoa lançou em cinco escolas municipais de Juruti as Missões ECOA, atividades realizadas no contraturno escolar na forma de um jogo colaborativo cujo objetivo é promover transformações positivas nos relacionamentos entre as crianças e nas relações delas com o meio ambiente.A ação faz parte da segunda edição do Programa ECOA (Educação Comunitária Ambiental), que leva educação ambiental a professores, estudantes e membros das comunidades onde a Alcoa atua no Brasil.

As cinco escolas municipais beneficiadas pelo programa em Juruti são Professora Zelinda de Souza Guimarães, Professora Maria da Silva Pereira, Vereador Raimundo de Sousa Coelho, Professora Maria Lucia Pinheiro e Professora Maria da Saúde Pinheiro Cunha.  As Missões ECOA irão beneficiar 100 alunos de 9 a 12 anos dessas instituições e o resultado das ações será publicado no formato de um livro escrito pelas próprias crianças que vivenciarem essa experiência.

"As Missões ECOA estimulam o protagonismo infantil e revelam as habilidades que cada aluno possui para alcançar as transformações desejadas em suas comunidades. Uma discussão que se inicia nas escolas, com a ação de professores e alunos que fazem parte do Programa ECOA, mas se difunde para os familiares, levando discussões importantes e conhecimentos a toda comunidade", afirma Camila Meirelles, vice-presidente do Instituto Alcoa.

quinta-feira, agosto 28, 2014

Cabos eleitorais ou mercenários?


Uma figura bastante conhecida do cenário atual é a do "cabo eleitoral". Aquele responsável por "atrair" votos e fazer campanha entre outras coisas para determinado candidato. Em outros tempos, muitos desses cabos eleitorais faziam o seu "trabalho" por "amor" ao candidato ou mesmo simpatia às suas propostas. Hodiernamente, as coisas mudaram. O que se vê pelas ruas são possíveis cabos eleitorais reclamarem de que candidato A ou candidato B está lhe oferecendo pouco dinheiro para apoiá-lo. Ou seja, o que hoje conhecemos por cabo eleitoral, eu vejo como o 'atravessador' da venda de votos. Passando por ele, o voto fica mais caro.

quarta-feira, agosto 27, 2014

Juruti instala comitê do Pacto pela Educação

Da Agência Pará:

O Pacto pela Educação do Pará instala nesta semana o comitê municipal de Juruti, no oeste do Estado. A programação inclui oficinas sobre programas comuns ao Estado e ao Município, como o Mais Educação e o Sistema Paraense de Avaliação da Educação (Sispae), e ainda a elaboração do Plano Municipal de Educação. Aldo Queiroz, do Grupo de Gestão Estratégica do Pacto pela Educação, apresentará as diretrizes do Pacto, com destaque para o sistema de governança e a implantação do comitê do Pacto na Escola. Para ele, “Juruti tem um papel importante no processo de desenvolvimento do Estado, principalmente pelas parcerias com o setor empresarial, caso da Alcoa, e alianças com os governos e instituições locais, nacionais e a sociedade em geral”.

Participarão do evento o prefeito de Juruti, Marco Aurélio Dolzane do Couto; a presidente do Comitê Regional do Baixo Amazonas, Glória Maria dos Santos Costa; a vice-presidente do Comitê Regional, Célia Oliveira, que representará a empresa parceira Alcoa; Régia Pinheiro, secretária Municipal de Educação de Juruti, que representará a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), e Dirceu Amoedo, gestor da 5ª Unidade Regional de Educação (URE), localizada em Santarém.

Ainda no Baixo Amazonas, outros dois comitês deverão ser instalados em setembro, nos municípios de Oriximiná e Monte Alegre.

quarta-feira, agosto 20, 2014

Alcoa mais uma vez entre as Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil

 A Alcoa celebra sua classificação entre as “Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil”, na pesquisa sobre ambiente de trabalho, que é conduzida pelo Great Place to Work Institute® em parceria com a Revista Época. Esta é a 13 ª vez que a Alcoa se destaca no ranking e este ano alcançou a 6ª posição entre as grandes empresas.

A cerimônia de premiação, realizada na última segunda-feira (18/8) em São Paulo (SP), contou com a participação de funcionários de todas as localidades da empresa no Brasil e do presidente da Alcoa para América Latina & Caribe, Aquilino Paolucci. “Este reconhecimento reflete a dedicação de cada funcionário que, diariamente, faz esta grande empresa trilhar seu caminho sempre com segurança em primeiro lugar, com respeito às pessoas, às comunidades e ao meio ambiente”, afirmou Paolucci.

A pesquisa avaliou a percepção do funcionário em relação à empresa, considerando as dimensões do relacionamento entre líder-liderado, o orgulho do funcionário e camaradagem entre os colegas, além de analisar as práticas de gestão de pessoas das empresas.

"Estamos muito orgulhosos por mais esse importante reconhecimento, pois reforça que aspectos como o diálogo transparente, oportunidades de desenvolvimento e qualidade de vida fazem a diferença para manter um excelente ambiente de trabalho”, afirma Vânia Akabane, diretora de Recursos Humanos e Assuntos Institucionais da Alcoa América Latina & Caribe.

quarta-feira, julho 23, 2014

STF notifica Lira Maia, candidato a vice de Helder Barbalho

Em O Liberal, e hoje:



O Supremo Tribunal Federal (STF) expediu na última quinta-feira (17), para a Justiça Federal em Santarém, carta de ordem determinando que o deputado federal Lira Maia (DEM, foto) apresente defesa nos autos de denúncia oferecida pelo MPF (Ministério Público Federal) que o acusa do crime de fraude em processo licitatório. O parlamentar é candidato a vice-governador na chapa de Helder Barbalho (PMDB), em aliança com o PT.

Conforme a ação penal proposta pelo MPF, o crime foi praticado em 2004, quando Lira Maia exercia o cargo de prefeito de Santarém. Além de Maia, também foi denunciado Edvaldo Uchoa Gonzaga, ex-secretário municipal. Ambos são acusados de desviar recursos públicos do antigo Fundef (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), hoje Fundeb.

Contra o candidato a vice-governador na chapa de Barbalho tramitam no Supremo 14 processos: dez inquéritos (investigações preliminares) e quatro ações penais (processos que podem resultar na condenação). O deputado paraense é acusado em sete procedimentos de ter cometido o chamado crime de responsabilidade, infrações administrativas atreladas ao exercício da função pública. A condenação, nesses casos, pode implicar a perda do mandato.

O deputado também é suspeito de peculato (desvio de recursos públicos), crimes contra a Lei de Licitações, contra a organização do trabalho e praticados por funcionários públicos em geral, além de emprego irregular de verbas públicas. As denúncias dizem respeito ao período em que Lira Maia foi prefeito de Santarém.

Em março deste ano, o Supremo arquivou um inquérito (nº 2.858) contra Lira Maia por prescrição, ou seja, porque venceu o prazo para o julgamento do caso. O procedimento se referia a atos praticados em 2002 e 2003, quando ele exercia o segundo mandato na Prefeitura de Santarém. O crime de responsabilidade prescreve em oito anos, o que ocorreu em 15 de fevereiro.

SUSPEITA

Em uma das ações a que responde (AP 524), o deputado é acusado pelo MPF de envolvimento em irregularidades em 24 processos licitatórios para a compra de merenda escolar em Santarém, em 2000. Segundo a denúncia, o superfaturamento chegou a R$ 1,97 milhão em valores da época. As suspeitas recaem sobre outras 30 pessoas, que respondem ao juiz de primeira instância. De acordo com a acusação, participaram das concorrências públicas "empresas de fachada" que ofereceram produtos com preços acima do mercado, o que contrariaria a Lei das Licitações.

Ao aceitar a denúncia do Ministério Público Federal, o relator do processo, ministro Ricardo Lewandowski, disse que o fato de ser prefeito do município à época das irregularidades deixava Lira Maia "muito próximo dos eventos tidos como delituosos, o que permite que se considere a possibilidade de neles estar envolvido".

Na defesa ao STF, o deputado atribuiu a diferença nos preços das licitações às condições geográficas de Santarém, que elevariam o valor do frete. Além disso, segundo ele, a Secretaria Municipal de Educação tinha autonomia para gerir suas próprias atividades de forma descentralizada, sem interferência do prefeito, e era fiscalizada pelo Conselho de Alimentação Escolar.

"A atribuição de competência a outro órgão pode afastar a responsabilidade civil, mas não a criminal. Não se está fazendo juízo de antecipação, mas não se pode coartar [reprimir] a tentativa do Ministério Público de provar os fatos. Mesmo com a descentralização, não se pode desprezar a possibilidade de que tenha atuado como mentor ou anuído ao crime", disse à época o ministro Lewandowski, ao explicar o recebimento da denúncia.